Os Malefícios do Tabaco – Grupo Oficcina Multimédia

Os Malefícios do Tabaco
Os Malefícios do Tabaco – Foto de Guto Muniz

Os Malefícios do Tabaco, ou Os Males do Tabaco, conforme algumas traduções, é um pequeno e profundo monólogo escrito pelo magistral dramaturgo russo Anton Tchekhov, em 1902.

São muitas as encenações e leituras dramáticas dessa peça ao redor do mundo. Inclusive montagens com bonecos já foram feitas. Uma das leituras foi realizada no último dia 26 de junho, no auditório do Memorial Minas Gerais Vale, no Circuito Cultural Praça da Liberdade, em Belo Horizonte.

O sempre surpreendente Grupo Oficcina Multimédia (G.O.M), coordenado e dirigido pela encenadora Ione de Medeiros, ficou a cargo desta empreitada, ocorrida dentro do projeto Leitura Rara, com curadoria de Anderson Aníbal.

Os desavisados achavam se tratar de uma mera leitura, como as muitas que se assistem e se ouvem por aí. Contudo, não foi o que ocorreu, pois o G.O.M é detentor de uma caixinha mágica, capaz das mais criativas invenções.

Já na entrada do auditório fomos recebidos por belas músicas, possivelmente escolhidas a dedo pela diretora Ione de Medeiros. Em seguida, instalados confortavelmente no espaço, vídeos de balés russos foram docemente apresentados à plateia, “abrindo as cortinas” para o início da leitura. Dois atores (Jonnatha Horta e Henrique Mourão) revezavam-se na voz do complexo e engraçado personagem Nioukhine. As rubricas (ou didascálias), foram lidas pelo ator Escandar Alcici Curi. Competentemente dirigidos por Ione, eles arrancaram gargalhadas do público, principalmente pelo fato de terem memorizado algumas passagens do texto. Instalados em um cenário clean (limpo, não o contrário de sujo, mas pouco cheio), o que é raro nas montagens do Multimédia, os atores dividiam suas atenções com engraçadíssimos vídeos projetados ao fundo. Desenhos simples, quase garatujas, feitos a mão pela diretora, foram animados no estúdio caseiro do grupo e brindaram os presentes com lágrimas, sorrisos, reclamações, dúvidas, paixões e rabugices do complexo personagem tchekoviano.

Enfim, encerrada a excelente e divertida leitura, os bailarinos russos voltam em vídeo para fechar as cortinas de mais um espetáculo.

O Oficcina Multimédia é assim: junta, numa mesma fração de espaço-tempo, o teatro, a música, o vídeo, a animação e a dança para criar sentimentos diversos e presentear o público.

Luciano Oliveira

– Diretor, ator e professor de teatro –

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: