FIT-BH 2012: $uce$$o total de público e crítica

Uau, o Festival Internacional de Teatro de Belo Horizonte desse ano está realmente incrível! Com excelente programação, o FIT-BH está atraindo os olhares de espectadores de diversos Estados do Brasil e também de outros países.

Quem ainda não teve a oportunidade de assistir a nenhum espetáculo, não pode perder o último final de semana do Festival. De hoje, desde às 12:00 hs, até amanhã, no mesmo horário, está acontecendo a Virada Teatral, em diferentes pontos da cidade, principalmente no Parque Municipal. Veja a programação em: http://www.fitbh.com.br/2012/ae.php?id=24#.T-YX85G0ZQg

Ontem, tive a grande felicidade de assistir ao espetáculo “Voyageurs Immobiles”, da Companhia Philippe Genty, da França. Sem dúvida esse foi um dos melhores espetáculos do Festival, quiçá um dos mais emocionantes de toda a história do FIT-BH. Realmente foi incrível, pois trata-se de uma montagem plasticamente linda, colorida, de temática forte e descontraída, com canções e coreografias belíssimas, trilha sonora e iluminação impactantes. Enfim, “Voyageurs Immobiles” foi de arrepiar de bonito. Em vários momentos quase chorei de emoção e também de tanto rir. Ademais, tive a sorte de ter à minha frente a atriz Teuda Bara, do Grupo Galpão, que com sua gargalhada irrestivível contagiava toda a platéia. Ao apagar das luzes, a platéia, de pé, aplaudiu, assoviou e gritou por volta de 10 minutos. Estou até com calos nas mãos!

Finalmente, gostaria de parabenizar aos organizadores e produtores do FIT-BH 2012, em especial ao Marcelo Bones e ao Cristiano Peixoto, pela excelente curadoria do Festival. Vocês muito honram a classe artística de Belo Horizonte!

Luciano Oliveira

11º FIT-BH terá 19 espetáculos internacionais

FIT BH terá 19 espetáculos internacionais – Texto de Luciana Romagnolli

Fonte: http://www.otempo.com.br/entretenimento/ultimas/?IdNoticia=27122

O 11º Festival Internacional de Teatro Palco e Rua de Belo Horizonte divulgou nesta manhã os espetáculos que se apresentarão na cidade entre os dias 9 e 24 de junho. “Este é o maior festival que a cidade já realizou”, disse a presidente da Fundação Municipal de Cultura, Thaís Pimentel. Serão 19 espetáculos internacionais – seis a mais do que na edição 2010; incluindo grupos da importância do tcheco Farm in the Cave, do peruano Yuyachkani e do italiano Fondazione Pontedera, além de trabalhos de diretores como Rodrigo García e Daniel Veronese.

Os destaques nacionais são as extensas montagens da Cia. do Latão (“Ópera dos Vivos”) e da Mundana (“O Idiota”). O festival será palco ainda da primeira apresentação em Minas da remontagem de “Romeu e Julieta”, do Grupo Galpão, que será apresentado na Praça do Papa, como foi 20 anos atrás, em sua estreia na cidade. A curadoria, dirigida por Marcelo Bones, ao lado de Grace Passô e Yara de Novaes, se pautou pelo conceito de “fronteira”, buscando espetáculos que revelassem intercâmbio com outras linguagens artísticas, diálogos com o espaço urbano e quebras de fronteiras. “Vivemos uma tensão sobre a ocupação do espaço público e achamos que o teatro pode contribuir nessa discussão”, diz Bones.

Outro foco foi radicalizar a descentralização das apresentações, que chegarão às nove regionais e aos 16 centros culturais da cidade. “É um FIT expandido sob a perspectiva da espacialização e da ocupação de territórios da cidade que ainda não tinham sido ocupados em anos anteriores”, diz o coordenador do festival, Rodrigo Barroso.

Os ingressos começam a ser vendidos no dia 21 de maio.

Confira a programação do FIT-BH 2012

* Internacionais
– Israel
“Quiet”, Arkadi Zaides Company

– Argentina
“Los Hijos se Han Dormido”, Daniel Veronese (foto)
“Tercer Cuerpo”, Timbre 4

– Itália
“Abito”, Fondazione Pontedera
“Lisboa”, Fondazione Pontedera
“Um, Nenhum e Cem Mil”, coprodução com Cacá Carvalho

– França
“Voyageurs Immobiles”, Philippe Genty
“Transfiguration”, Olivier de Sagazan

– Inglaterra
“Translunar Paradise”, Theatre Ad Infinitum

– Espanha
“Golgota Picnic”, Rodrigo García
“Domínio Público”, Roger Bernat

– Alemanha
“Time Out”, Antagon

– Guatemala
“Oxlajuj B’Aqtun”, Soltz’il Jay (foto)

– Peru
“El Ultimo Ensayo”, Yuyachkani
“Sin Tintulo – Tecnica Mista”, Yuyachkani

– Chile
“Villa + Discurso”, Teatro Playa

– Colômbia
“El Autor Intelectual”, La Maldita Vanidad
“Los Autores Materiales”, La Maldita Vanidad

– República Tcheca
“The Theater”, Farm in the Cave

* Nacionais
– Rio de Janeiro
“Estamira”, Dani Barros
“Depois do Filme”, Aderbal Freire-Filho

– São Paulo
“O Mistero Buffo”, La Mínima
“Ópera dos Vivos”, Cia. do Latão
“O Idiota”, Mundana (foto)

– Presidente Prudente
“A Farsa do Advogado Pathelin”, Rosa dos Ventos

– Fortaleza
“Por que a Gente Não É Assim? Ou por que a Gente É Assado?”, Bagaceira

– Natal
“Sua Incelença, Ricardo III”, Clowns de Shakespeare

– Salvador
“Bença”, Bando de Teatro Olodum

– Porto Alegre
“Miséria, Servidor de Estanceiros”, Oigalé

*Locais
“Romeu e Julieta”, Galpão (foto)
“Eclipse”, Galpão
“Antes do Silêncio”, Eid Ribeiro
“Nesta Data Querida”, Luna Lunera
“Sobre Dinossauros, Galinhas e Dragões”, Primeira Campainha
“A Mulher Sem Pecado”, Cia. Arlecchino
“Dressur + Play It Again”, Oficcina Multimédia
“Ressonâncias”, Quik Cia de Dança
“Naquele Bairro Encantado”, Grupo Teatro Público
“Palhaços à Vista”, Cia. Circunstância
“Medeiazonamorta”, Teatro Invertido
“A Pequenina América e sua Avó $ifrada de Escrúpulos”, Mayombe

Mais informações: http://www.fitbh.com.br/blog/

WordPress.com.

Acima ↑