Acadêmico de Teatro da Unir apresenta performance sobre vivência travesti nesta segunda-feira (20/12)

“Corpos do Prazer” é desenvolvida pelo acadêmico Ádamo Teixeira , que em cena apresenta a persona Amitaff, travesti cearense que sobrevive em Porto Velho e denuncia a invisibilidade e a violência sofridas diariamente

Com o objetivo de denunciar aos espectadores e às autoridades as agressões e cerceamentos que as travestis sofrem no seu cotidiano e divulgar os índices sociais excludentes que essas cidadãs são submetidas ao longo de suas vidas, o acadêmico da Licenciatura em Teatro da Universidade Federal de Rondônia, Ádamo Teixeira, realiza na noite desta segunda-feira (20), mostra do processo criativo da performance “Corpos do Prazer”.

 No encontro marcado para às 19h (horário de Rondônia), em plataforma digital, o artista traz à cena a persona Amitaff, uma travesti cearense que sobrevive em Porto Velho (RO), denunciando a invisibilidade, a violência, a transfobia e o moralismo tão em voga no Brasil atual. A apresentação é gratuita, tem classificação indicativa de 16 anos e contará com tradução em LIBRAS.

A mostra será apresentada na plataforma Google Meet com a participação máxima de 100 pessoas. Os interessados em assistir deverão entrar em contato com o artista, por meio dos e-mails: adamo_blek@hotmail.com e luciano.oliveira@unir.br.  Após a performance  os espectadores serão convidados a participar de um bate-papo com o ator Ádamo Teixeira e também com o orientador e diretor da performance, professor do Departamento de Artes da Unir (DArtes), Luciano Oliveira.

Oprojeto foi contemplado no Edital de Chamada Pública para Premiação ao Setor Cultural –  nº 008/2021 Lei Aldir Blanc nº 14.017/2020, Art. 2º Inciso III – da Fundação Cultural do Município de Porto Velho – Categoria A) Apresentação de Performance Artística ou Musical: conteúdo de caráter performático. A performance “Corpos do Prazer” está em desenvolvimento enquanto Trabalho de Conclusão de Curso (TCC I e TCC II) da Licenciatura em Teatro cursada por Ádamo, a ser concluído em março de 2022. 

A pesquisa artística no universo LGBTQIA+ começou em 2018 e seguiu sendo aperfeiçoada em várias disciplinas do curso e também através de participações em eventos artísticos. Enquanto objeto educacional, o trabalho visa contribuir para a formação de público em Porto Velho e região, assim como para a criação de indivíduos mais conscientes e sensíveis às causas e direitos das minorias, em especial dos LGBTQIA+.

“Além de alertar e denunciar aos espectadores as violências diversas, inclusive assassinatos, que as travestis sofrem no seu dia-a-dia, é importante mostrar ao público que as travestis são seres humanos e que, enquanto cidadãs, merecem respeito e acesso a todos os bens sociais garantidos pela Constituição Federal brasileira de 1988, bem como pela Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) de 1948”, reforça Ádamo.

Sinopse

“Corpos do Prazer” é uma performance-denúncia, que está em processo de criação, e de mobilização social. Trata-se de mais um meio a partir do qual as travestis de Porto Velho − silenciadas pelo sistema machista, homofóbico e patriarcal, bem como pela falta de políticas públicas efetivas em âmbito federal, estadual e municipal − podem ter voz para gritar contra a invisibilidade frente à sociedade e contra as violências que sofrem.

Serviço

Evento – Mostra do processo criativo da performance “Corpos do Prazer”, do acadêmico da Licenciatura em Teatro da UNIR, Ádamo Teixeira

Classificação indicativa – Para maiores de 16 anos

Datas – Dia 20 de novembro de 2021, às 19h (horário de Rondônia)

Local  – On-line, na plataforma Google Meet

Quanto? – Gratuito, mediante contato prévio com o artista


Texto e assessoria de imprensa: Dennis Weber

Arte: Luís Gustavo Aldunate

Performance teatral “Corpos do Prazer” será apresentada no próximo domingo (19/12)

Processo criativo é desenvolvido pelo acadêmico da Licenciatura em Teatro da Unir, Ádamo Teixeira e traz para a cena a persona Amitaff, travesti cearense que sobrevive em Porto Velho

Quero te contar alguns segredos! Você aceita uma sessão exclusiva comigo?”, convida a travesti Amitaff, persona criada pelo acadêmico da Licenciatura em Teatro da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Ádamo Teixeira, que entra em cena no próximo domingo (19/12), às 19h (horário de Rondônia), para uma curta temporada de mostras do processo criativo da performance “Corpos do Prazer”. Serão dois encontros (outra apresentação acontecerá na segunda-feira – 20/12, às 19h), em plataforma digital, totalmente gratuitos,  com tradução em LIBRAS e classificação indicativa de 16 anos.

Para acessar as sessões (limitadas a 100 participantes), os interessados deverão entrar em contato com o artista, através dos e-mails: adamo_blek@hotmail.com e luciano.oliveira@unir.br. Após cada apresentação, os espectadores serão convidados a rodas de conversa. “Esses momentos de diálogos serão muito importantes para o trabalho que ainda está em processo de desenvolvimento. Portanto, depoimentos e sugestões da plateia serão bem-vindos”, informa o orientador e diretor da performance, professor do Departamento de Artes da Unir (DArtes), Luciano Oliveira.

                O projeto foi contemplado no Edital de Chamada Pública para Premiação ao Setor Cultural –  nº 008/2021 Lei Aldir Blanc nº 14.017/2020, Art. 2º Inciso III – da Fundação Cultural do Município de Porto Velho – Categoria A) Apresentação de Performance Artística ou Musical: conteúdo de caráter performático. “Vejo como fundamental esta premiação, uma vez que possibilita o financiamento de parte do trabalho, que até o presente momento não conta com nenhum apoio financeiro. Além disso, é urgente para a classe artística, pois gera renda emergencial, em tempos de pandemia da Covid-19, para os artistas e técnicos do município”, pontua Ádamo. 

Quem é Amitaff?

  Amitaff, travesti cearense que sobrevive em Porto Velho (RO), é figura central da performance “Corpos do Prazer”, que está em processo de desenvolvimento enquanto Trabalho de Conclusão de Curso do ator Ádamo Teixeira. “Minha pesquisa no universo LGBTQIA+ começou em 2018 e seguiu sendo aperfeiçoada em várias disciplinas da Licenciatura em Teatro e também por meio de participações em eventos artísticos. Já o nome Amitaff, surgiu durante a disciplina Fundamentos da Direção Teatral, no segundo semestre letivo de 2019, e faz referência ao nome de uma familiar”, relembra o acadêmico.

Ádamo relata que, a partir das ações da persona, é possível descortinar o sistema machista, transfóbico e patriarcal, que silencia travestis, obrigadas a se ocultarem nas margens da sociedade moralista. “Esta obra, que está em desenvolvimento, é uma performance-denúncia, e considero que seja mais um meio a partir do qual as travestis de Porto Velho podem ter voz para gritar contra a invisibilidade e contra as violências que sofrem diariamente”, aponta.

Serviço

Evento – Mostra do processo criativo da performance “Corpos do Prazer”, do acadêmico da Licenciatura em Teatro da UNIR, Ádamo Teixeira

Classificação indicativa – Para maiores de 16 anos

Datas – Dias 19 e 20 de novembro de 2021, às 19h (horário de Rondônia)

Local  – On-line, na plataforma Google Meet

Quanto? – Gratuito, mediante contato prévio com o artista

________

Texto e Assessoria de Imprensa: Dennis Weber

Performance de acadêmico de Teatro da Unir terá transmissões ao vivo nos dias 19 e 20 de dezembro

Processo criativo “Corpos do Prazer” é desenvolvido por Ádamo Teixeira e foi contemplado no Edital  de Chamada Pública para Premiação ao Setor Cultural –  nº 008/2021 Lei Aldir Blanc nº 14.017/2020, Art. 2º Inciso III – da Fundação Cultural do Município de Porto Velho

Arte: Luís Gustavo Aldunate.

Os dias 19 e 20 de dezembro de 2021 serão de muita emoção para o acadêmico do Curso de Licenciatura em Teatro da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), Ádamo Teixeira. Ele apresentará, de forma remota e ao vivo, via Google Meet, às 19h, uma mostra do processo criativo da performance“Corpos do Prazer”, que está em desenvolvimento enquanto Trabalho de Conclusão de Curso (TCC I e TCC II), sob orientação e direção do professor Luciano Oliveira.

A atração é gratuita e voltada para maiores de 16 anos, com público limitado a 100 participantes, previamente selecionados mediante contato com o artista, por meio dos e-mails: adamo_blek@hotmail.com e luciano.oliveira@unir.br. Serão duas apresentações seguidas de bate-papos, todas contando com tradução em LIBRAS.

O projeto foi contemplado no Edital  de Chamada Pública para Premiação ao Setor Cultural –  nº 008/2021 Lei Aldir Blanc nº 14.017/2020, Art. 2º Inciso III – da Fundação Cultural do Município de Porto Velho – Categoria A) Apresentação de Performance Artística ou Musical:  conteúdo de caráter performático.

Ádamo Teixeira explica queCorpos do Prazer” é uma performance-denúncia e de mobilização social, que está em processo de criação. “Trata-se de mais um meio a partir do  qual as travestis de Porto Velho, que são silenciadas pelo sistema machista,  homofóbico e patriarcal, bem como pela falta de políticas públicas efetivas em âmbito federal, estadual e municipal, podem ter voz para gritar contra a invisibilidade frente à sociedade e contra as violências que sofrem”, detalha o artista, que em cena dá vida à Amitaff, uma travesti cearense que vive em Porto Velho.

Percursos criativos

Para chegar à figura Amitaff, Ádamo percorreu um longo caminho criativo. Conforme o acadêmico, a pesquisa focada no universo LGBTQIAP+ começou a surgir no segundo semestre letivo de 2018, dentro do Curso de Licenciatura em Teatro da  Universidade Federal de Rondônia (UNIR), na disciplina Improvisação I, ministrada pelo professor Dr. Luciano Oliveira. “Nessa eu tive o meu primeiro contato com uma personagem travesti, que figurava uma profissional do  sexo numa cena improvisada a partir do texto “Entre Quatro Paredes”, de Jean-Paul Sartre. Nos anos seguintes, entre 2019 e 2021, esse trabalho foi sendo aprofundado em Interpretação I, Improvisação II, Linguagem da Encenação Teatral e Fundamentos da Direção Teatral, disciplinas ministradas pelo referido professor Luciano Oliveira, bem como em Performance, ministrada pelo professor Dr. Luiz Lerro”, recorda.

Segundo Ádamo, as participações em eventos como “19Distâncias” (maio de 2020), “III Mostra de Encenações do DArtes/Unir” (março de 2021) e “Residência Artística FESTINAÇU” (março de 2021) foram essenciais para o desenvolvimento da performance. “A partir da personagem que comecei a desenvolver em Entre Quatro Paredes, e que foi se transformando ao longo do tempo nesses eventos em que me apresentei, estou desenvolvendo o projeto de pesquisa Corpos do Prazer, que será defendido em março de 2022, enquanto montagem performática dentro de Trabalho de Conclusão de Curso II (TCC II). E é o processo criativo dessa pesquisa  que será levado ao público, de modo virtual”, acrescenta.

Texto e assessoria de imprensa: Dennis Weber

Serviço

Evento – Mostra do processo criativo da performance “Corpos do Prazer”, do acadêmico da Licenciatura em Teatro da UNIR, Ádamo Teixeira

Classificação indicativa – Para maiores de 16 anos

Datas – Dias 19 e 20 de novembro de 2021, às 19h (horário de Rondônia)

Local  – On-line, na plataforma Google Meet

Quanto? – Gratuito, mediante contato prévio com o artista

FICHA TÉCNICA:

Performer, figurino, maquiagem, cenografia e iluminação: Ádamo Teixeira

Direção/orientação, técnica e produção: Luciano Oliveira

Publicitário: Luís Gustavo Aldunate

Assessoria de imprensa: Dennis Weber

Intérpretes de Libras: Jamilly Martins e Emanuel Vítor

Site criado com WordPress.com.

Acima ↑